Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Icon Play video
  • 13 Semanas

13 Semanas

13 Semanas

Casaco: Stefanel // Calças: ZARA // Camisola: LTC by UDM // Mala: Chanel // Ténis: Adidas Originals

 

Hoje  trago-vos um look bem descontraído. Confesso que largar os meus tão adorados saltos altos me custou bastante mas, como tem mesmo de ser deixo esses lindinhos para usar apenas em ocasiões especiais! Tenho má circulação e até já fui operada a uma variz.  Para verem, às 13 semana de gravidez, a médica já me aconselhou as tão odiadas meias elásticas! São terríveis!! Lá comprei as pretas para melhorar o aspeto e a verdade é que são uma grande ajuda mas deixemos este assunto para outro dia...

Relativamente ao post de hoje, o meu objetivo era falar-vos um bocadinho da minha barriga (não, não estou a ser egocêntrica!). Então é assim, como sou nova nestas andanças não faço a mínima ideia do ritmo de crescimento da barriguita. Eu já queria que a minha estivesse suficientemente grande para se notar mas a médica disse-me para aproveitar estas semanas em que a barriga não existe porque depois podem ser semanas bastante complicadas. Eu percebo mas nada me tira da cabeça que quero é ver a barriga crescer e andar a exibi-la!

Neste momento, acordo com a barriga praticamente inexistente, depois de comer e mais a seguir ao almoço já vejo aqui alguma saliência e à noite é quando gosto de me ver ao espelho porque já se nota ali qualquer coisinha. O que eu queria mesmo era que já estivesse redondinha mas vou-me contentando a vê-la evoluir.

Até agora, ainda consigo usar toda a minha roupa normal. Há contudo peças, como as calças skinny e de cinta subida, que se tornam desconfortáveis ao longo do dia. O ideal são mesmo as calças boyfriend, as de cinta descida e uma alternativa que encontrei na zara online da coleção mum. São calças de todos os feitios, com rasgões, fechos, skinny como eu gosto e só têm um elástico nas laterais que torna as calças bastante adaptáveis na zona da barriguita.

Nestas 13 semanas de gravidez perdi bastante o apetite mas já me avisaram que daqui para a frente a coisa vai melhorar. Mamãs que estão por aí qual é a vossa experiência neste assunto? O apetite aumenta mesmo depois do primeito trimestre?  Sempre fui um bom garfo e agora só consigo comer em pequenas quantidades, como várias vezes ao dia mas o apetite nunca é muito chegando mesmo a ficar com dores de estômago após as refeições. E por mais incrível que isso possa parecer perdi todo o interesse em doces, só os salgados chamam a minha atenção,  batatas fritas e croquetes passaram a ser os meus snacks preferidos (estou feita!).

Não me percam de vista porque vou estar sempre por aqui, semana após semana até o Afonso nascer.

 

Até breve, MB

 

  • DIARIO DO AFONSO

Comentários a este post (3)

  • nov 26, 2015

    Obrigada meninas pelas palavras e pela partilha de experiências! Acho que é mesmo muito importante partilhar esta vivência fantástica com outras grávidas, ainda para mais quando somos mamas de primeira viagem!
    Já estou nas 17 semanas e a barriguita teima em não sair, estou mesmo à espera que de um dia para o outro dê um salto no crescimento mas o que importa mesmo é que o Afonso esteja bem.
    Este segundo trimestre está a ser pior para mim porque me atacaram em força as enxaquecas que já tinha antes da gravidez e com elas vêm os vómitos! Uma chatice mas que vai valer a pena :)

    Beijinhos

    — MB

  • nov 02, 2015

    Olá Maria

    Antes de mais parabéns a ti e aos dois por esta fase tão bonita e especial da tua e da vossa vida.
    Eu também estou a viver essa fase maravilhosa, com mais 3semaninhas (estou com 16semanas). Percebo perfeitamente tudo aquilo que estas a viver agora porque me revejo perfeitamente naquilo que estás a viver. Comigo é e foi exactamente igual. Sempre fui muito ‘doceira’ e ate aos 3 meses não tinha a mínima vontade de comer doces… Os enjoos foram sempre mais que muitos e o nausef a mim não ajudava muito, trazia-me era imenso sono… A vontade de comer era mínima e a energia também. Facilmente me cansava. A boa noticia é que as 15 semanas melhorou muitíssimo! os enjoos foram desaparecendo, a energia foi voltando e já comecei a tolerar cheiro de perfumes coisa que não tolerava.

    Quanto à barriga, o meu peso habitual é 54kg, no primeiro trimestre com a perda de apetite emagreci e resultado, nunca tive barriga e ela demorou a aparecer! Só agora nas 16semanas é que se nota mais razoavelmente mas esta naquela fase chata que com a roupa não parece barriga de grávida mas sim uma ‘pancinha’ de obstipada :) mas o importante é estarem aconchegadinhos lá dentro e bem de saúde. Ah e sim, de manhã pouco se nota a barriga e ao longo do dia ela vai ‘crescendo’ :)

    Beijinho e que tudo corra pelo melhor

    — Bárbara Anjo

  • out 30, 2015

    Ola Maria!!:) antes de mais muitos parabéns!!:) é maravilhoso o estado de graça em que te encontras!!:) ao ler o teu post, revi-me completamente,há uns meses atrás!!;) eu queria que a minha barriguinha crescesse de um dia para o outro, e ela nada de crescer (pelo menos aos meus olhos)! Achava que a minha barriguinha, era muito pequenina em comparação com outras grávidas!:P Quando ela começar a crescer, vai ser num instante, vais ver, e depois, vais ter saudades de quando podias dormir em todas as posições possíveis!!:P por isso, aproveita estes momentinhos!!a Gravidez passa num instante!qdo deres conta, já tens o Afonso nos teus braços!!Quanto aos apetites, não tive muitos (quer dizer o meu Francisco goza sempre comigo quando digo isto, porque comia 1kg de morangos a cada 2 dias), mas comia sempre um chocolatinho por dia!!:P

    — Cátia Cavaco

Deixar comentário